Conectar
Para o topo

Brasil Offshore: Merrel Seguros aposta em fôlego no mercado com o novo ciclo do gás

O potencial de transformação do gás produzido na Bacia de campos em energia tem deixado empresários do setor otimistas quanto à retomada do ambiente favorável de negócios na região. A reestruturação do mercado de óleo e gás foi a principal pauta discutida durante a abertura da Feira Brasil Offshore, nesta terça-feira, no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, em Macaé.

 

Para empresas como a Merrel Seguros, a décima edição da feira representa um recomeço para a cidade. “Vivemos um processo muito traumático de recessão de 2014 até aqui. Nossa região foi a que mais sofreu. Agora a indústria começa a restabelecer o óleo e o gás e é hora de ter um novo fôlego. Por isso a Brasil Offshore deste ano é um divisor de águas para o nosso setor. A expectativa é que as rodadas de negócios apontem bons números e resultados”, ressalta o proprietário Marcelo Merrel. A Merrel Seguros atua no mercado segurador desde 1995 e opera com os mais tradicionais grupos da área, incluindo seguros navais e outros específicos para cada atividade da cadeia de petróleo e gás.

 




Durante a abertura da feira, foram destacados projetos como Rota Cabiúnas, a construção e operação da usina termoelétrica Marlim Azul e a implantação de outras duas termoelétricas em Macaé, que prometem injetar a confiança necessária para o reaquecimento do setor. Além das novas premissas do gás, os poços antigos do pós-sal e os campos maduros também foram apontados como prioridade para a região neste momento.

 

Com a experiência de quem atua há anos no comércio e já passou pela Associação Comercial e Industrial de Macaé (Acim), Macaé Convention & Visitors Bureau, Comissão Municipal de Empresários de Macaé da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), entre outros, Merrel, como é conhecido, aponta que momentos de crise trazem percepções importantes. “É um novo momento não só para o gás, mas também na produção de petróleo. O nosso mercado precisa estar preparado para atender essa demanda, outras empresas estão chegando e a cidade precisa se adequar. Tudo isso traz uma perspectiva muito interessante para todos nós. Precisamos estar atentos e aproveitar as novas oportunidades que já começam a surgir”, finalizou.

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Mais comércio